Voluntarie-se


Ser voluntário é uma oportunidade preciosa, pois beneficia o outro e beneficia aquele que se dispôs.

No mundo atual, em que o ter muitas vezes sobrepõem-se ao ser, em virtude do narcisismo de nossa sociedade, "voluntariar-se" é resgatar os laços de solidariedade, em prol da reconstrução da dignidade de muitos que são marginalizados.

A Fundação Filadélfia lhe propõe esse desafio e lhe convida a viver essa rica oportunidade. Entre em contato conosco e se informe sobre qual trabalho você pode desenvolver. Esteja certo(a), há muito o que fazer!!!

Veja a seguir algumas das competências desenvolvidas por intermédio do voluntariado segundo a consultora Cíntia Bortollo, especializada em Recursos Humanos:

1– Comprometimento: Para ser voluntário, é preciso manter um compromisso em termos de periodicidade, horário e disponibilidade de tempo. É necessário saber que outras pessoas dependem deste compromisso e, por isso, é tão importante!

2 – Jogo de cintura: Em situações de pressão ou de muitas variáveis e incertezas, temos de demonstrar flexibilidade e adotar uma postura de quem vê oportunidades ao invés de problemas. Quem tem esta característica consegue pensar em alternativas e vê soluções.

3 – Dedicação: Quando se dedica a uma causa, demonstra-se que acredita. O simples fato de acreditar gera uma motivação que tem como consequência a influência para que outras pessoas acreditem e se dediquem também. Esta é uma atitude bem vista, principalmente em tempos em que as pessoas pensam mais em si mesmas do que em uma causa.

4 – Trabalho em equipe: O trabalho em equipe também pode ser desenvolvido quando falamos em atividades que devem ser compartilhadas ou realizadas de forma mais rápida. O fato de você depender de outra pessoa para que seu trabalho fique melhor ou mais veloz, faz com que você demonstre influência, reconhecimento do outro e humildade.

5 – Respeito/conhecimento de outras culturas: Respeito é uma premissa para se conseguir trabalhar com outras pessoas. Portanto, se for seguida a máxima de que respeito vem em primeiro lugar, ao se trabalhar com outras culturas ou com pessoas que têm diferentes pontos de vista, a base estará estabelecida no respeito. Ouvir, colocar o contraponto tentar chegar ao melhor termo para o grupo de trabalho, é um dos benefícios que o respeito nos traz.

Fonte: http://www.consultoriaemrh.com.br/component/content/article/246-valor-do-voluntariado-para-a-sua-carreira.html

Para você que é universitário nos cursos de administração, ciências contábeis, pedagogia, ou letras procure-nos, pois estamos de portas abertas para que realize seu estágio conosco. Iremos detalhar o Termo de Compromisso necessário, como também o Plano de Trabalho que será desenvolvido e monitorado por um supervisor da área, cumprindo as exigências da Lei Federal, 11.788, que regulamenta a realização de estágios.

Veja também: - www.portaldovoluntario.org.br
- Lei do Voluntariado: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9608compilado.htm

Restitui-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.” Salmo 51:12